Transplante Osseo na Real

Um diario sobre o tema

Arquivo para consulta pública

ANS lança consulta pública. Participe!

A consulta publica nº 53 da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) está recebendo contribuições até o dia 07 de Julho.

Para as doenças reumáticas o que temos de novo é a inclusão da cobertura dos medicamentos biológicos subcutâneos e endovenosos para Artrite Reumatoide.

E medicamentos endovenosos para Doença de Chron, Espondilite Anquilosante e Artrite Psoriásica.

Todos nós podemos contribuir! Para iniciar a contribuição devemos preencher um formulário e declarar quem somos, devemos escolher a categoria a qual pertencemos, sendo elas;

§ Consumidor: somos nós sociedade civil, pacientes e usuários de planos de saúde. E também representantes de organizações de pacientes, que representam o usuário/consumidor.

§ Prestador de Serviços: médicos que atendam plano de saúde

Acesse aqui a consulta pública

Saiba mais aqui, aqui e aqui.

Anúncios

Dois anos no ar, um desafio: voltar a andar pela sexta vez

 Dois anos no ar, um desafio: voltar a andar pela sexta vez

Parece que foi ontem, mas esse bebê, o blog de transplante ósseo, completou dois aninhos e já tem estatística de gente grande: cerca de 10 mil acessos, mais de 100 posts, cerca de 80 comentários e foi eleito um dos blogs mais acessados do wordpress.com na categoria saúde.

 Mas o desafio não pára.

 Com uma média de 15 acessos por dia, o transplanteosseo.wordpress.com publicou, em primeira mão, neste ano, que o único dos seis bancos de ossos do Brasil que é 100% gratuito (pois não cobra a armazenagem do osso) conseguiu reduzir, nesses dois anos, a fila de cerca de 1000 pessoas para 340.

 O Brasil conta com seis bancos de ossos, a maioria na região sudeste e um no Sul, todavia, o único integrante do Sistema Único de Saúde é o banco de ossos e tecidos musculoesquelético do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia, Into, no centro do Rio de Janeiro.Banco de Tecidos[1]

 Mas por trás desses números a realidade é que mais brasileiros trabalham, felizes, com qualidade de vida. Assim como eu.

 Quem diria, em 2006, quando eu pesava dez quilos a menos e não conseguia ficar de pé em razão das fortes dores nos quadris, que hoje estaria em plena atividade profissional, e firme e forte na luta por ser mãe? Isso mesmo! Minha meta 2011/2012 é ser mamãe.

 Que venha a Vitória, ou o meu meninão! Pra ser feliz, assim como eu.

 E nesse período de carnaval, mais do que nunca, eu peço: doem sangue; doem ossos, doem vida. Confiram os petiscos da semana.

 Petiscos da semana

 Pesquisa em osteoporose

O Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) dão início ao projeto Osteoprev e começam a recrutar 400 pacientes voluntários acima de 60 anos, homens e mulheres portadores de osteoporose diagnosticada por um médico. Quem quiser participar pode acessar o formulário eletrônico e se cadastrar ou ligar para 3512-4999 ramais: 365 e 366, de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 17 horas.  (Fonte: WWW.into.saude.gov.br)

 Acessibilidade na Justiça Federal do Maranhão

Neste mês eu participei de videoconferência com a Comissão de Acessibilidade da Seção Judiciária do Maranhão. Lá, além de acesso físico adequado a comissão pretende a acessibilidade cultural. Envie sugestões para seder.ma@trf1.jus.br. Contribua com um Brasil mais igualitário!

 Carnaval 2011: Campanha de prevenção à AIDS  

Como não podia deixar de ser, nesta época de folia, quando muitos costumam perder a cabeça, não perca o bom senso! Para isso, o ministério da Saúde lançou, na última sexta-feira, a campanha de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), AIDS e hepatites virais no carnaval 2011. Clique AQUI e confira! (Fonte: WWW.aids.gov.br)

 Câncer de colo de útero

O Instituto Nacional do Câncer (Inca), em parceria com o ministério da Saúde, deu o pontapé inicial numa consulta pública sobre as Diretrizes Brasileiras para o Rastreamento do Câncer do Colo do Útero. De acordo com o Inca, esse é o segundo tumor mais freqüente entre a população feminina (só perde pro câncer de mama) e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil. Para participar da consulta pública acesse AQUI e saiba mais. Envie e-mail para consultacolo2011@inca.gov.br. (Fonte: WWW.inca.gov.br)